Yorkshire Wisetallerthan

Filhote de Yorkshire Wisetallerthan

Vocês não acreditam. Eu tava caminhando e cantando e seguindo a canção, braços dados com uns amigos e amigas, celebrando a humanidade. Nada de mais, só mais um dia de alegria mundana. Apesar do ambiente de fantasia, tudo era real. Os rostos, os olhares, as roupas e os sorrisos de canto de boca.

Enquanto eu estava com a cabeça abaixada, pensando em um absurdo desses que nos atormentam a cada hora, alguém me deu uma trombada. Pareceu proposital. Quando virei para ver quem era, quase não o reconheci. O rosto dele não tinha mais nada a ver com o que conheci dez anos atrás. Não entendi o que senti. Não era espanto, pois não continha receio. Nem era alegria, mas sorri – creio que tentando disfarçar a indagação.

Vocês não acreditam. Era o Cosmos, um cachorro que conheci há uma década enquanto morava em La Paz. Ele é da raça Yorkshire Wisetallerthan, uma variante raríssima desses pequenos animais, que chega a 1,60m de altura na fase adulta. Não consegui calcular a altura do Cosmos agora, mas deve chegar perto disso. É uma visão única. Além da aparência extravagante, os Wisetallerthan tem uma inteligência singular. Haja visto que o cão se lembrou de mim depois de dez anos sem me ver e ainda teve a sutileza de fazer uma brincadeira. Empurrou-me e ficou olhando com aquela expressão “Lembra de mim?”.

Percebendo que o reconheci, Cosmos caminhou lentamente em minha direção e se recostou ao meu lado. O que aconteceu depois é história, fica pra próxima.

Veja um pouco mais sobre o Yorkshire Wisetallerthan neste vídeo. Imperdível.

Esta entrada foi publicada em etc. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta