Netflix no Brasil – experimentei

Sou um grande entusiasta do vídeo sob-demanda. O caso de uso é muito confortável: você está em casa e quer ver um filme. Liga a TV, escolhe o filme e dá play. Nada mais cômodo, nada mais óbvio. Se isso ainda não foi possível até hoje no Brasil, é devido a restrições tecnológicas, que vêm diminuindo nos últimos anos. Já existem alguns serviços disponíveis e, esta semana, houve o alvoroço da chegada da Netflix ao Brasil.

Como o primeiro mês é grátis, resolvi experimentar. Um outro atrativo pra mim foi a possibilidade de usar o Nintendo Wii como set-top box. Assistir no computador ou ficar conectando cabos são tarefas que não batem com aquele caso de uso confortável que citei. Já a ideia de ligar o video-game, escolher o filme e dar play já agrada mais.

A criação da conta na Netflix foi tranquila. Apesar do primeiro mês ser grátis, você tem que informar os dados do cartão para que eles cobrem os meses seguintes. Não há fidelidade, você pode cancelar a qualquer hora. Após o primeiro mês, é cobrada uma mensalidade de R$ 14,99 e você pode assistir a quantos programas quiser.

A instalação no Wii foi muito fácil*. Só entrar no Wii Shop Channel e instalar o aplicativo Netflix. No aplicativo, você informa o usuário e senha e pronto. É apresentada uma lista com dezenas de seriados de TV e filmes de diferentes gêneros. É só escolher o filme e dar play. Ele eleva uns dez segundos para carregar e depois já começa a reproduzir. Você pode avançar ou retroceder o quanto quiser, inclusive mais facilmente do que em um aparelho DVD normal.

O grande problema por enquanto é a variedade de títulos. Parece uma locadora antiga de bairro, sem lançamentos. Para mim, que tenho uma defasagem grande e uma lista enorme de filmes antigos a assistir, pode ser útil mesmo assim. Principalmente para crianças, há muitos clássicos a ver. Mas acho que um serviço assim não consegue sobreviver muito tempo sem um acervo atualizado. Não sei como está a questão de licença de filmes novos para streaming no Brasil, mas a concorrência vem aí.

Lembrando que a GVT lançará em breve sua TV por assinatura, que deve dar uma experiência nova e muito interativa ao usuário. O potencial para vídeo sob-demanda é grande, já que a rede de telecomunicações é própria e o grupo Vivendi pode fornecer conteúdo de primeira linha.

* A instalação no Wii deveria ter sido fácil, mas o softmod complicou um pouco. Pediu update, então tive que atualizar o Shop Channel pelo Wad Manager, mas no fim deu certo.

Esta entrada foi publicada em etc. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

3 respostas a Netflix no Brasil – experimentei

  1. Condector disse:

    HUhuauhaa, tive o mesmo problema.. mas nada que o WADManager não resolva.

  2. Itamar disse:

    Não esquece da NET, que também já lançou um produto de VOD, o NOW. Embora more em SP, ainda não está disponível para mim, mas usei na própria NET e achei bem interessante o catálogo. Ainda há a possibilidade de assinar por categoria (Exemplo, apenas filmes ou séries) e uma pá de vídeos livres para assinantes.

    A expansão seria mais rápida se houvesse mais arquitetos aqui :D.

  3. joao disse:

    Itamar, legal, bom saber. O Netflix é bem limitado no acervo mesmo, o NOW me pareceu bem atualizado. Só que custa dez vezes mais.

    Arquiteto de Solução. :-) Acho que tem uma certa redundância nesse termo, pelo menos deveria ter.

Deixe uma resposta