Eleições 2006: alguns dias para o futuro

Cooperativa ligada a Lorenzetti quebra no Pará. Exemplo emblemático do governo do PT. O churrasqueiro é designado para comandar uma cooperativa agrícola, consegue financiamento público milionário de um programa social, Lula inaugura o projeto pessoalmente com o populismo costumeiro, o empreendimento quebra por incompetência, fica tudo por isso mesmo.

Nossos comentários sobre o governo Lula não mudaram muito nos últimos anos. Corrupção, aparelhamento do Estado, incompetência latu senso, representatividade externa vergonhosa, populismo, entre outros. É, não mudamos o discurso. Nosso discurso é chato, não somos anti-americanos, não demonizamos as grandes corporações “que vão comprar o Brasil”, não somos originais, copiamos modelos de grandes democracias, não parafraseamos Guevara. Enfim, somos uma catástrofe em Hollywood. Parece que 60% do eleitorado cansou-se disso. Esse filme encheu o saco, voltaram para seu herói, o bem intencionado. Afinal, toda a corrupção do governo do PT parece se justificar pelas boas intenções. Manter o suposto partido dos camponeses e operários governando, o partido acima do Estado e da Ética. O fim maior justificando os meios questionáveis. A revolução perdura até que se sequem os frutos a serem apanhados. Assim costuma ser, espero que acordemos antes.

Oportuno o comentário de Arnaldo Jarbor hoje na CBN, “o povo quer heróis”. As pessoas não querem Visconde de Mauá, elas querem Tiradentes.

Só educação, conhecimento da história e celebração da ética podem desobstruir nossa visão para melhor escolher um líder. Por enquanto, parece que vamos ter que penar mais um pouco.

***

É provável que não tenhamos nosso Watergate. No caso deste escândalo, as denúncias foram cada vez mais se aproximando de Nixon e chegou a um ponto que sua posição ficou insustentável. O chorume não havia apenas escorrido pelo Partido Republicano, mas também inundado o gabinete da presidência. A gota d’água foi a divulgação de fitas com gravações de Nixon discutindo como abafar o caso, as chamadas Smoking Gun Tapes.

“Follow the money, follow the money…”, supostamente aconselhava o cagueta Deep Throat ao jornalista Bob Woodward, tentando mostrar-lhe o melhor caminho para chegar aos verdadeiros mandantes do arrombamento do Comitê Nacional do Partido Democrata. O arrobamento aconteceu em junho de 1972 e Nixon renunciou em agosto de 1974. Neste ínterim, entre o início do escândalo e sua renúncia, Nixon foi reeleito.

***

Umedecem-me os olhos ao perceber que poucas vezes na história este país esteve prestes a eleger um Presidente da República tão preparado para o cargo, e é possível que percamos a oportunidade. Domingo 29, por um Brasil decente.

Esta entrada foi publicada em etc. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

3 respostas a Eleições 2006: alguns dias para o futuro

  1. Eduardo disse:

    Grande texto. E o pior é que estamos cercados. A gente se sente um peixe fora dágua, porque muitas pessoas ao redor parecem representar melhor o cidadão brasileiro médio do que eu ou você. E como o cidadão brasileiro médio deixa a desejar em valores, em reconhecimento do mérito, do preparo. Como o cidadão basileiro médio não se interessa por economia, administração ou política e depois enche o peito para vociferar chavões petistas. Estou falando dos médios, não dos coitados. Eu me sinto nascido em Marte.

  2. Umberto disse:

    Grande texto! Simplesmente grande texto!

  3. Carla disse:

    João 2010.

Deixe uma resposta