Os registros do presente

Meu HD de backup pifou ontem. Na verdade, não pifou. A BIOS e o Windows deram uma mensagem clara “Backup and replace”. Passei umas ferramentinhas de diagnóstico de disco e concluí que a mensagem era essa mesmo. Estava tudo funcionando mas poderia pifar a qualquer momento.

Isso me levou a seguir um conselho antigo do camarada Polvo: fazer backup das imagens no Picasa Web. Eu sabia que era uma dica boa, mas estava me enrolando. Mantenho minhas fotos em dois HDs na mesma máquina, outro HD na máquina do trabalho e outro HD itinerante. Pode parecer neurose (tava cheio das), mas é sadio. Tenho consciência dessa preocupação. Adoro fotografia e, depois do advento do Miguel, sinto-me ainda mais impelido a guardar essas memórias com a segurança devida.

O volume de registros que aprendemos a guardar depois da popularização da câmera digital é enorme. Fico fascinado ao pensar que poderei reviver as memórias de dez ou vinte anos atrás através de imagens vívidas, que manterão a mesma qualidade do tempo que foram tiradas. Imaginando isso hoje, seria como eu pudesse olhar para os álbuns e me ver com 23 anos, ou quem sabe 13, minha família, amigos, arredores. Para quem é fotógrafo, mesmo amador, tem ainda mais um atrativo. É como se pudéssemos ver através dos olhos daquele tempo novamente. É como se eu pudesse ver o que eu via. Será como se eu pudesse ver o que eu vejo.

É um grande privilégio viver essa época. Será um privilégio se estivermos vivos para reviver esse presente.

E não é saudosismo. Não é ter saudades de um tempo que não voltará. É simplesmente o riso fácil ao olhar para uma fotografia do passado, a alegria de viver e ter vivido.

Esta entrada foi publicada em fotografia. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Uma resposta a Os registros do presente

  1. Mauro disse:

    Excelente recurso S.M.A.R.T. rs

    Mas sobre as recordações, não precisamos ir mto longe.. Esse final de semana estava revendo/organizando alguns arquivos da minha filha que vai fazer 7 anos e encontrei algumas fotos e vídeos (com exelente qualidade :( -> camêra de celular VGA ) como o primeiro banho dela em casa e algumas outras situações. Senti um prazer e uma felicidade mto show.. e que me emocionou mto… Imagino então, rever isso após 20, 30 anos depois…. “Será um privilégio se estivermos vivos para reviver esse presente.”

Deixe uma resposta